24 de fev de 2018

Top 5 - Games baseados em livros

Atualmente, com as produtoras de games investindo cada vez mais em franquias multimídia, não faltam livros baseados em jogos, sejam adaptações diretas, sejam romances que complementam a história do jogo.

O caminho contrário também acontece. Embora não sejam tão comuns, existem games que foram buscar sua inspiração na literatura. Aqui vai uma lista com cinco jogos baseados em livros.

Créditos das imagens: Giant Bomb

5 - Parasite Eve


Lançado em 1995, o livro de terror do autor japonês Hideaki Sena conta a saga do dr. Nagashima. Inconsolável após a morte da esposa, ele inicia uma pesquisa para trazê-la de volta à vida através de um experimento com mitocôndrias (lembra das aulas de biologia?). Como você já deve estar imaginando, essa experiência sai muito mal.

O game foi lançado em 1998 para o PlayStation 1 e se tornou um clássico cult. Ambientado após o livro, o jogo trazia a heroína Aya Brea lutando contra uma infestação de mitocôndrias inteligentes, capazes de tomar a mente dos seres humanos. A jogabilidade apresentava uma mistura de shooter com RPG que é comum hoje, mas era novidade na época.


4 - Rainbow 6


Quando um grupo terrorista realiza um ataque simultâneo em três países diferentes, o agente especial John Clark é encarregado de reunir uma força-tarefa formada por seis membros de diferentes países, com o objetivo de impedir um atentado durante as Olimpíadas. Um thriller de ação e espionagem com o selo de qualidade Tom Clancy.

Espionagem, terroristas, equipes diversificadas, ação e tiroteios... Partindo desses elementos, a desenvolvedora Ubisoft criou uma franquia de jogos de tiro multiplayer que se tornou um sucesso e já rendeu nada menos que 19 games.



3 - Terra-Média: Sombras de Mordor


Tolkien dispensa apresentações. O Senhor dos Anéis não é "só" um dos pilares da literatura de fantasia, é também uma das obras mais importantes da literatura como um todo. A série conta a saga épica de Frodo Bolseiro e seus companheiros para destruir o Um Anel, e assim, selar o poder maligno de Sauron, o Senhor do Escuro.

Ambientado antes de O Senhor dos Anéis, Sombras de Mordor conta a jornada de vingança do guardião Talion. É um bom game de ação e aventura e foi lançado no Brasil com uma ótima dublagem nacional. Recebeu uma continuação que não repetiu o mesmo sucesso.


2 - Metrô 2033


Do russo Dmitry Glukhovsky, o livro mostra um futuro pós-guerra nuclear no qual as ruas de Moscou foram tomadas por monstros e a população passou a habitar as linhas de metrô. Nessa nova sociedade, o jovem Artiom encara uma jornada para descobrir a verdade sobre seres telepáticos que começaram a surgir. A obra alterna momentos tensos e cenas de ação com filosofia e reflexões sobre a sociedade.

Lançado em 2010, o game aposta no gênero survival horror e traduz com perfeição o cenário sombrio do livro. Mesmo sem se tornar um campeão de vendas, o jogo ganhou o status de cult e se destaca pela ambientação. Gerou duas continuações igualmente cultuadas.


1 - The Witcher


Lançada no Brasil como A Saga do Bruxo, a série do polonês Andrzej Sapkowski narra as aventuras do caçador de monstros Geralt de Rivia. O mundo em que a história se passa mescla elementos de alta fantasia com jogos políticos. Alguns dos livros são de contos, outros são romances.

Embora os dois primeiros games tenham feito sucesso moderado, foi com The Witcher III: Wild Hunt que a franquia explodiu em popularidade, sendo hoje uma referência. Os jogos se destacam pela jogabilidade complexa, pelo mundo aberto bem elaborado e pelo conteúdo adulto.

Em tempo, a Netflix adquiriu os direitos sobre a franquia e está trabalhando numa adaptação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário