21 de mar de 2016

[Tem na Netflix] From Dusk Till Dawn

Adaptação do clássico cult dos anos 1990, From Dusk Till Dawn - The Series (ou Um Drink no Inferno - A Série) é um bom exemplo de fantasia urbana. Vampiros, rituais misticos e profecias convivem lado a lado com armas de fogo, smart phones e muscle cars. Co-produção do canal El Rey em parceria com a Netflix, a série conta atualmente com duas temporadas e foi renovada para a terceira.

A primeira temporada faz uma releitura do filme que lhe inspirou. Na trama, Seth e Richie Gecko são renomados ladrões de banco à caminho de um bar no meio do deserto, onde esperam fazer a maior jogada de suas vidas. Para despistar as autoridades, sequestram um trailer e tomam como reféns um sacerdote aposentado e seus filhos adolescentes, Kate e Scott. No caminho, Richie é assaltado por visões da sedutora Santanico Pandemonium.

Para mim, o grande destaque desse primeiro ano é Robert Patrick (o eterno T-1000). Acostumado a fazer papel de caras durões, Patrick surpreende ao exercitar sua veia dramática como o ex-reverendo Jacob.

Na segunda temporada, vemos uma história inédita que expande o universo de forma fascinante, apresentando muito mais mitologia. A série foi concluída na terceira temporada e todas estão disponíveis na Netflix.

Um ponto interessante é que os vampiros que vemos aqui não são ligados à morcegos, mas sim, à cobras e são chamados de culebras. Sob a batuta de Robert Rodriguez, a série traz tudo que se espera ver numa obra assinada por ele: diálogos verborrágicos, violência, mulheres sensuais e homens usando chapéu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário