19 de jul de 2014

Novas jornadas: Rumo ao Mercado Literário

Na postagem de hoje, quero abrir espaço para trocar uma ideia com vocês. Mas no final tem alguns links também (pelos quais, não ganhei nada. É propaganda gratuita mesmo).

Essa semana, postei no meu outro blog o último capítulo de Serpente de Fogo, depois de pouco mais de 1 ano do início. Foi uma jornada e tanto! Estou satisfeito por ter conseguido me manter focado no mesmo projeto por tanto tempo. Também aprendi muito e sinto que evoluí como escritor. Mas ainda não deixei totalmente esse universo: estou trabalhando em uma versão e-book, com a história completa e revisada. O lançamento será em breve.

Ao mesmo tempo, é hora de buscar novos projetos e minha maior meta agora é conseguir entrar de vez no mercado literário com um livro impresso. Sei que já comentei no Twitter e no Facebook sobre um livro de super-heróis que pretendo escrever. Adoro esse projeto, o planejamento dele está bem adiantado e quero muito que seja publicado. No entanto, após me inteirar um pouco mais sobre o mercado literário, percebi que para mim - um autor sem nome no mercado - seria difícil encontrar uma editora para esse projeto por seu tema e tamanho (minhas primeiras estimativas são de, no mínimo, 600 páginas).

Até penso em tentar a auto-publicação, mas apenas inicialmente. Por essas razões, decidi vou colocar o livro dos supers em espera por hora e tentar a sorte com algum projeto mais acessível. Algo mais comercial, mais pipoca mesmo (conheço gente que tem calafrios só em ouvir essas duas palavras XD). Ao contrário do que fiz no passado com outras ideias, dessa vez, prefiro esperar a coisa toda estar bem encaminhada antes de dar maiores detalhes. Em outras palavras, o negócio agora vai ser falar menos e trabalhar mais.

Para encerrar, já que o tema é o mercado literário, minha dica para quem está querendo publicar seus primeiros textos é buscar as antologias. Elas são um jeito prático de ganhar experiência e fazer novos contatos. No geral, as editoras Draco, Buriti e Literata costumam apresentar novas coletâneas regularmente. Para aqueles que desejam entender melhor como funciona o mercado editorial brasileiro, eu recomendo demais ouvir os três episódios do Cabuloso Cast que abordam esse assunto:


Acho que por hoje é isso, na verdade, esse post ficou bem maior do que eu esperava! Boas escritas à todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário