29 de ago de 2009

Sandman está de volta (de novo!)


A Panini anunciou há pouco tempo que voltará a publicar o selo Vertigo (que estava saindo na Pixel Media) e Wildstorm (ambas marcas pertecentes a DC Comics). Em entrevista ao site Omelete o editor confirmou o entre outros o novo re-lançamento de Sandman.

É claro que a Panini não vai perder a chance de lucrar com uma marca tão popular quanto Sandman, o problema é que o Lord Morpheus já foi lançado 4 ou 5 vezes no Brasil. Mas nem tudo são reprises. Várias histórias inéditas também devem sair em um nova revista mensal.

A melhor notícia é para os fãs de Preacher: a Panini prometeu que irá lançar o final da série (ainda inédito por aqui).

27 de ago de 2009

Guias para Roteiristas

Não é difícil encontrar guias e cursos para denhistas por aí, eles existem aos montes. Mas quando o assunto são guias para roteiristas a coisa muda de figura.

Aqui vão algumas obras que podem te ajudar nesse sentido.

Primeiro temos três guias rápidos escritos pelo roteirista Gian Danton, todos disponíveis para download gratuito.

Como Escrever Histórias em Quadrinhos
O Roteiro nas Histórias em Quadrinhos
Seja Mais Criativo

E ainda temos, é claro, a "Biblía dos Roteiristas", a trilogia escrita por Scott McCloud (e que lhe rendeu inúmeros prêmios):

Desvendando os Quadrinhos
Reinventando os Quadrinhos
Desenhando Quadrinhos


Lembre-se que não dá pra ensinar a ter boas ideias, o objetivo desses guias é dar a você dicas para chegar mais facilmente a essas ideias.

23 de ago de 2009

Delírios de uma mente singela


Cá estou para encarar um grande desafio: ser roteiristas de histórias em quadrinhos! Ao contrário do que muita gente pensa, isso não é nada fácil!

É preciso pesquisar, fritar o cérebro pensando no mundo da história, como o fulano de tal reagiria aqui, o que a talzinha faria ali.

Além de tudo isso ainda tem o fato que no Brasil o roteirista é bem menos valorizado que o desenhista, isso quando alguém se lembra do mané que escreveu a história.

Mas enfim, não adianta nada ficar chorando. O jeito é seguir em frente, afinal, quem tem paixão por contar histórias não abandona esse caminho por nada!