28 de fev de 2017

[Resenha] O Império Final - Mistborn, de Brandon Sanderson

Mistborn: Nascidos das Brumas é uma das séries de literatura fantástica mais conceituadas da atualidade, muito disso graças a coragem do autor Brandon Sanderson em romper com vários paradigmas do gênero de fantasia.

Para começar, em lugar da ambientação medieval tradicional, temos um cenário vitoriano com elementos de distopia. Nesse mundo, governado com mão de ferro pelo Senhor Soberano, famílias tradicionais oferecem bailes pomposos que servem de palco para intrigas, enquanto a classe pobre vive num estado de semi-escravidão. 

Como era de se esperar, movimentos rebeldes tentam se levantar. Um deles é liderado por um alomântico chamado Kelsier, o único homem a escapar com vida de uma mina de trabalhos forçados. Carismático e cheio de confiança, Kelsier nutre um ódio pessoal contra o Senhor Soberano e para destroná-lo reúne um grupo de figuras tão excêntricas quanto ele próprio, com destaque para sua nova aprendiza, Vin. Criada nas ruas, Vin se acostumou a viver sozinha e a não confiar em ninguém, mas agora que faz parte da gangue, tem de aprender a se passar por uma jovem dama da alta sociedade.

Como disse no paragráfo acima, Kelsier é um alomântico, assim como Vin. A alomancia é a magia desse mundo, e aqui Sanderson inovou mais uma vez, trazendo algo diferente do tradicional. Os alomânticos possuem diversas habilidades especiais: empurrar e puxar objetos metálicos com a mente, aumentar sua força e sentidos e até influenciar as emoções de outras pessoas. São dez poderes no total, cada um abastecido por um metal especifico que os alomânticos precisam engolir.

E embora o autor tenha realmente se dedicado a criar um cenário inovador, o ponto alto de O Império Final está no carisma de seus personagens, em especial os dois protagonistas, Kelsier e Vin. É difícil não se sentir cativado por essa dupla e pela relação disfuncional de pai e filha que os liga.

Com um estilo mais focado nas ações que descrições, o livro tem uma narrativa dinâmica e bem direta, prendendo a atenção do leitor. Com certeza, uma ótima pedida para os fãs de literatura fantástica, que também pode agradar quem não curte tanto o gênero.

Autor: Brandon Sanderson
Páginas: 608
Ano: 2014
Editora: LeYa

15 de fev de 2017

[Tem na Netflix] Star Wars: The Clone Wars

"Há muito tempo atrás, numa galáxia distante..."

Jedi, Sith, stormtroopers, droides, a Força... Sim, hoje é dia de falar de Star Wars! Mais precisamente da série animada The Clone Wars.

Lançada em 2008, The Clone Wars se passa entre os filmes Episódio II: Ataque dos Clones e Episódio III: A Vingança dos Sith.

A série narra os eventos ocorridos durante as Guerras Clonicas, quando o conflito entre a República (protegida pelos Jedi) e os separatistas (liderados pelos Sith) estava no auge. Um período extremamente importante dentro do universo Star Wars, mas que tinha sido pouco explorado até então.

Ganhadora de inúmeros prêmios, sucesso entre os críticos e os fãs, The Clone Wars é muito mais do que uma mera expansão de Star Wars. A série se sustenta por suas próprias pernas, adicionando novos elementos e personagens tão icônicos quantos os vistos no cinema, incluindo figuras notáveis como Assage Ventress, Cad Bane, Saw Gerrera, os Guardiões da Força e Ahsoka Tano, a jovem aprendiza de Anakin Skywalker. 

A saga completa é composta por um longa animado que serve de prelúdio, seguido pelas 6 temporadas da série (todo esse conteúdo está na Netflix atualmente).