26 de mai de 2012

Confraria dos Aventureiros - lançamento Oráculo

Confraria dos Aventureiros, de Jussara Nunes é o primeiro lançamento da nova editora Oráculo.

Graso é conhecido como o reino das aventuras.

Uma terra cheia de perigos e mistérios.

Suas praias, cavernas, castelos, cemitérios, florestas e descampados se tornaram arena de inúmeros embates entre mocinhos e bandidos, vilões e heróis, inocentes e pecadores. Aventuras que podiam mudar a vida de muitos, e depender de muito poucos para sua conclusão satisfatória. Assim era o reino das aventuras. Há muito tempo.

Anos se passaram e a velha Confraria dos Aventureiros permanece vazia; sem novos membros e sem novas missões, o velho ofício acabou. 

Até hoje.

Estranhos e perigosos acontecimentos permeiam a capital, e dois aventureiros veteranos são obrigados a retornar à ativa. Com a ajuda – ou intromissão desajeitada – de outros aventureiros (oportunistas) mais jovens, eles se veem diante de assuntos que precisam concluir, e que envolvem o próprio passado de um deles, uma tragédia secular e um grupo de heróis que desapareceu anos atrás.

22 de mai de 2012

Antologia de contos - Dragões

A editora Draco divulgou as regras para sua nova antologia, trazendo como tema uma das criaturas mais fantásticas e interessantes que se tem notícia: dragões!

Eu mesmo já estou fazendo minhas pesquisas para participar. O prazo final para enviar os contos é 31 de Julho.

A baixo segue uma prévia do regulamento. Boas escritas a todos!

Quando anunciamos as primeiras ações para 2012, o Ano do Dragão, trouxemos a coletânea Dragões. Para comemorar esse ano especial, a coletânea sairá em 30 de Novembro de 2012, que é justamente 2 dias depois do terceiro aniversário da Editora Draco.

Após muito pensarmos no assunto, entendemos que a primeira regra é abraçar todos os gêneros possíveis em sua concepção. Se os dragões são famosos por povoar o imaginário de diversas culturas, então deve-se ficar claro que os Dragões são os protagonistas.

São válidos dragões inspirados em quaisquer culturas da Terra e de outros universos imaginários de autoria do próprio contista/novelista (Fanfics não são válidos)... [continue a leitura]

19 de mai de 2012

[Resenha] Mundo Monstro - O Estranho Caso do Vampiro Assassino, de Gian Danton

Mundo Monstro - O Estranho Caso do Vampiro Assassino é o primeiro livro da série juvenil criada por Gian Danton. O ebook foi lançado pela Infinitum Libris (agora um selo da editora Oráculo) no final do ano passado.

Na trama, Érico, um esperto garoto se torna discípulo do detetive Guilherme. Eles eles vivem na Cidade Perdida, um lugar onde mapinguaris, duendes, lobisomens, centauros e toda sorte de criaturas estranhas vive em harmonia. Isso até que um misterioso assassinato perturba a paz local.

A ótima capa de Antônio Eder mostra bem qual é o tom de Mundo Monstro. Trata-se de uma obra alegórica e de leitura rápida (no Digital Editions o arquivo tem apenas 57 páginas).

As referências a Sherlock Holmes vão além da capa, Guilherme parece claramente inspirado no personagem clássico - ainda que tenha lá suas peculiaridades. Gian Danton usa uma linguagem simples, sem termos complexos, deixando bastante espaço para a imaginação dos leitores. A narrativa ágil instiga o leitor a continuar lendo.

Na parte técnica, o projeto é bem executado: os capítulos estão bem organizados e fáceis de acessar. As últimas páginas trazem uma biografia detalhada do autor, incluindo um link para o seu blog e o link do perfil do livro no Skoob.

Apresentando um mundo mágico, personagens cativantes e uma trama divertida, Mundo Monstro é um livro para todas as idades, além de ser uma boa pedida pra quem ainda não tem o hábito de leitura desenvolvido. Recomendado!

12 de mai de 2012

Seleção final de Terra da Magia

A editora Infinitum divulgou a lista dos selecionados da antologia Terra da Magia.

Parabéns a eles.

A.Z.Cordenonsi - O Uirapuru Negro
Lucas Lourenço - O Guardador de Versos
Bruna Vieira Louzada Silva - Em uma Terra Distante
Andréia Araújo - Doutora Isabella e a Aventura em Amon, a Fantástica Terra da Magia
Rodolfo Santos - A Presa do Metamorfo
Dayan de Oliveira - A Neta do Mago
Camila Ferreira – A Fada e o Guardião
Roberta Spindler (Autora convidada) - O Despertar de Boiúna
Alexandre Lobão (Autor Convidado) - Ensombração
Gian Danton - Teatro do invisível

Organização: Gian Danton

Capa: JJ Marreiro e Fernando Lima

2 de mai de 2012

[Resenha] Vingadores

A essa altura, quando os sites especializados já fizeram suas resenhas enaltecendo os (muitos) pontos positivos do filme, o que mais pode ser dito sobre Os Vingadores. Bom, esse texto não se trata de uma resenha, é mais como o olhar de um leitor.

Verdade é que nunca foi um grande fã dos Heróis Mais Poderosos da Terra nos quadrinhos, mas ver o universo Marvel crescendo nos cinemas tem sido realmente empolgante, e a super-produção que temos agora é o resultado de um esforço de 4 anos e 5 filmes:

Homem de Ferro (2008), Incrível Hulk (2008), Homem de Ferro 2 (2010), Thor (2011) e Capitão América - O Primeiro Vingador (2011).

Como a trama de Os Vingadores não é lá muito complexa, não é preciso ter assistido a todos os filmes para entender a história (mas com certeza você vai se divertir mais se os tiver visto, ou se já conhecer os personagens das HQs).

Como se tem dito, um dos grandes méritos do roteiro de Joss Whedon é dar espaço para todos os personagens brilharem, sem focar demais em apenas um ou dois. E já que Whedon é um baita nerd, consegue encontrar o tom certo para os heróis, até o mala do Capitão América aparece como um personagem interessante. A boa notícia para os fãs do Hulk é que o cinema, enfim encontrou o seu Bruce Banner. Mark Ruffalo está muito bem no papel e o próprio Gigante Esmeralda está ótimo, muito mais legal do que em qualquer um de seus filmes.

Agora, o que mais chama a atenção, são o clima e o tom do filme. Atualmente, Hollywood está obcecada por produções sombrias, sujas e realistas. Os Vingadores segue o caminho oposto: é alegórico, cheio de cores e épico; sem medo de assumir seu DNA quadrinhistico, com direito a porta-aviões voador e baleias alienígenas gigantescas! A batalha final em Manhattan (local bem escolhido, já que a ilha é o berço dos heróis Marvel) é simplesmente espetacular!

Os Vingadores consegue fazer jus aos anos de expectativas. É um blockbuster emocionante, divertido e com conteúdo. Uma prova de que, sim é possível fazer uma adaptação fiel, que agrade tanto ao grande público, quanto ao fandom e merece os aplausos que recebeu ao final da sessão.