30 de abr de 2011

Elementais - lançamento Infinitum

Elementais é uma série de livros escrita por Rafael Pombo, com narrativa e estética de mangás e animes, como as light novels japonesas. O primeiro volume, O Receptáculo do Caos, contará o início de uma grande aventura protagonizada por jovens adolescentes de vários lugares do mundo. Nas palavras do autor, “uma história globalizada”.

Gabriel e Felipe, irmãos gêmeos de 14 anos que vivem no litoral do Rio de Janeiro, ficam sabendo através de seus amigos Leonardo e Sérgio sobre uma brincadeira peculiar que tem ganhado fama pelo bairro todo, chamada “Elemental”. Os gêmeos são convencidos por seus amigos a irem até o infame Píer Élida, onde, à noite, reúnem-se adolescentes considerados subversivos, insolentes e barra-pesada, além de serem praticantes da misteriosa brincadeira.

Lá encontram Riko, uma garota japonesa que adverte com veemência o “líder” da pequena gangue de adolescentes do píer que pare com o que eles chamam de brincadeira, pois “Elemental” está longe de ser apenas diversão e transporta os jovens para uma batalha sem precedentes.

A série, rica em referências da cultura pop japonesa, filosofia e psicologia, mostra a jornada de jovens que despertam para um novo mundo. Para um novo entendimento. E para uma jornada pelos domínios do passado, do amor, da amizade e de si mesmos…

26 de abr de 2011

Lugares Distantes - lançamento Infinitum

A Infinitum Libris apresenta Lugares Distantes, uma antologia de contos em ebook gratuíto, organizada por Daniel Cavalcante e Jonathan Cordeiro Cavaca.

Onde não há olhos para vigiar ou lei para punir, os instintos mais selvagens despertam. Casebres no meio do nada, sítios, florestas, comunidades isoladas e templos de seitas religiosas secretas – lugares esquecidos ou jamais vistos pela sociedade são o palco de atos inconcebíveis. Criaturas hediondas, espíritos, demônios, vampiros, seres de outro planeta e… o próprio Homem transformam este cenário deserto em um antro de brutalidade.

Treze corajosos (ou loucos) escritores invadiram esconderijos inóspitos, trazendo à luz o pior que pode acontecer quando não há nada nem ninguém para impedir. Em Lugares Distantes não haverá para onde o leitor fugir.

O preço é de apenas R$ 1,00!


Você também pode visitar a página de Lugares Distante no Skoob e deixar a sua opinião.

- Clique aqui para ler mais sobre Lugares Distantes

23 de abr de 2011

[Dicas para escrever] Elaborando um projeto - parte 2

Chegou enfim a hora de elaborarmos o nosso projeto. Se você não viu a primeira postagem sobre o assunto, dê uma lida para compreender melhor tudo que será dito aqui.

Como exemplo, estou usando uma proposta minha mais antiga para uma história chamada A Odisséia de Ulisses. Mais uma vez quero lembrar que esse post não teve ser lido como um guia definitivo, a ideia é apenas ajudar novos autores a terem uma melhor noção de como elaborar um projeto.

E não deixe de registrar sua história antes de enviar um projeto.

Folha de Rosto
Aqui não tem muito o que dizer, uma folha com o título da história em destaque, seguido do nome dos autores. Alguns já aproveitam esse espaço para deixarem o e-mail de contato de cada um da equipe.

Apresentação
Eis uma parte vital do nosso projeto. Em primeiro lugar a carta de apresentação deve conter o plot e a sinopse. O plot deve ter entre 3 e 5 linhas e ser o mais sucinto possível. Ex.: 

     Após a Guerra de Tróia, Ulisses está ansioso para voltar a seu lar. Mas um incidente faz com que sua nau fique perdida em alto-mar. Em uma jornada épica, Ulisses irá enfrentar o poder dos deuses na busca por seu caminho de volta para casa antes que tudo que ama seja tomado.

Seguindo com a apresentação você pode trazer a sinopse da história e considerações sobre o cenário, os simbolismos. Também informe o número de páginas da HQ, ou quantas páginas cada capítulo terá (incluindo todas as capas), se será em preto-e-branco ou colorida, o público-alvo, etc.
O objetivo da carta de apresentação é mostrar se seu projeto é consistente e se tem potencial. Algumas editoras pedem apenas o envio da carta de apresentação, cujo tamanho ideal é de 1 folha.

Resumo da História
A seguir, a proposta deve mostrar o resumo da sua história. Se a sua proposta é de uma série longa, você deve apresentar o resumo do primeiro arco de histórias, já para um one-shot ou minissérie, conte a história completa. Perceberam? Eu disse "completa".
Há quem pense que não se deve contar a história até o fim para deixar o editor curioso. Simplesmente não é assim que funciona!!! Conte sim, até o final. O projeto serve justamente para que a editora conheça o seu trabalho e decida se vai investir dinheiro nele.
Esse resumo deve ser escrito de forma direta, sem suspenses e sem slogans do tipo: "Nosso herói irá se salvar?". Diga exatamente o que acontece. Muitas editoras pedem que o resumo tenha apenas 1 folha (outras oferecem mais espaço).

Lista de Personagens
O próximo item da nossa proposta é uma lista dos personagens mais importantes, seguido de um pequeno texto falando sobre a aparência, personalidade e sua participação na história. Novamente, é preciso ser econômico, já que o ideal é que esse texto tenha no máximo 3 linhas. Ex.:

     Ulisses - é o protagonista. Possui cabelos castanhos e barba rala, usa armadura grega. Suas maiores armas são a inteligência e a sagacidade. Destemido e heróico, nunca desiste de voltar pra casa.

Autores
Pra encerrar o texto, dados sobre todos os participantes envolvidos: roteirista, letrista, colorista, etc. Informe os nomes verdadeiros e completos, e-mail de contato, sites, e experiências anteriores de todos. Uma boa dica é acrescentar o título do projeto e e-mails no cabeçalho e numeração no rodapé. Na hora de salvar o arquivo, coloque o nome dos autores junto ao título sem espaço, ou com underlines no lugar dos espaços.
     
     Ex1.: Aodisseiadeulissesjoedelimarafalee.doc
     Ex2.: A_Odisseia_de_Ulisses_Joe_de_Lima_Rafa_Lee.doc

Desenhos
É extremamente comum que as editoras peçam que sejam enviados desenhos junto com as propostas. Quase sempre, páginas da história. O mais comum são 5 páginas, mas algumas editoras pedem mais, outras menos. Se possível, você pode acrescentar esboços dos personagens, cenários e veículos. Isso vai de acordo com as regras de cada editora.

Bom, essas são as linhas gerais de como elaborar um projeto. Abaixo segue o exemplo completo do projeto de A Odisséia de Ulisses.

Mais uma vez vale lembrar, antes de enviar um projeto, saia um pouco do papel de autor, coloque-se no lugar do leitor e pense bem se você compraria o seu trabalho. O resto é com você. Boa sorte!

Projeto Quadrinhos                                                                                                   

18 de abr de 2011

[Dicas para escrever] Elaborando um Projeto - parte 1

Então, depois de tanto treinamento você finalmente aperfeiçoou seu traço? Refinou seu roteiro até ser capaz de contar boas histórias que todos vão querer ler?

Isso é muito bom! Quer dizer que você está pronto para o próximo passo: enviar um projeto. Mas nesse momento pode pintar uma questão elementar. Como é que se faz um projeto?

O projeto, ou proposta é a ferramenta usada pelos autores para apresentarem uma nova história ou série para uma editora. Seria impossível para os editores se todos enviassem HQs completas. A proposta permite que a editora possa analisar a história, estudar os personagens e avaliar se o trabalho é consistente. Em resumo, o projeto é algo da maior importância.

Por experiência própria, eu sei que esse tipo de informação é muito difícil de ser encontrada para os novos quadrinhistas. Por isso mesmo, quero trazer até vocês um exemplo de um projeto que eu elaborei há algum tempo.

A história em questão é intitulada A Odisséia de Ulisses, baseada na obra de Homero. Uma HQ que não foi aprovada, mas mesmo não tendo vingado, acredito que essa proposta permite que a gente possa debater sobre o tema, aprender um pouco mais sobre as regras e ver o que não se deve fazer, ora essa :P

De início, aqui vão algumas considerações:

- não importa quantos membros façam parte da equipe, elaborar a proposta é trabalho do roteirista, pois é ele quem melhor conhece as referências, simbologias e rumos da história.

- antes de enviar um projeto, olhe para a sua obra com cuidado. Seja auto-crítico. Saia do papel de autor, imagine que você é um leitor que encontrou a HQ na banca e pergunte a si mesmo se compraria esse material. Responda com sinceridade, hein?! 

- sim, vamos generalizar. Aqui vamos falar sobre elementos em comum, mas cada editora tem suas próprias regras, e você deve conhecê-las.

- também é importante que o seu material esteja de acordo com a linha editorial. Se eles só publicam mangá, não envie um comics. Se a editora é especializada em obras infantis, trate de limpar esse sangue.

- não pense nisso como um guia definitivo. Certamente, quadrinhistas mais experientes podem apontar vários defeitos no meu projeto. O meu objetivo é ajudar os novos autores a terem uma melhor noção do que fazer nessa hora.

Bom, como esse post já está muito longo, no nosso próximo episódio vamos, enfim, elaborar a tal proposta. Até!

7 de abr de 2011

Finalistas do Concurso Barba Negra

A editora Barba Negra divulgou no último dia 03 de abril os finalistas do seu badalado concurso. O anúncio foi feito através do twitter e a editora caprichou no suspense anunciando um a um os nomes dos 16 finalistas.

Poucos dias após a divulgação surgiu uma polêmica no site Universo HQ envolvendo a obra As crônicas bizarras do Absurdyum, de Galvão, que já teria sido publicada na Itália, sendo que o regulamento dizia que apenas histórias inéditas podiam participar. (leia a notícia)

Sandro Lobo, editor da Barba Negra explicou que o júri do concurso irá analisar o caso, e acrescentou que se a obra de Galvão for desclassificada, não será escolhido outro finalista.  

[Atualização] Depois de analisar a questão, o júri decidiu por unamidade pela desclassificação da história, deixando a lista de finalistas com 15 nomes. [fim da atualização]

A data para o anúncio dos vencedores ainda não foi divulgada, segue a lista dos finalistas:

A Desistência do Azul, de Leandro Mellite Moraes (SP).
A Volta do Umbigo, de Diego Aguiar Vieira (RJ) e Antonio Eder Semião (PR).
Achados e Perdidos, de Eduardo Damasceno (MG) e Luíz Felipe Garrocho (MG).
Aparecida Blues, de Biu (DF) e Stêvz (RJ).

Barato 66, de Bruno Azevêdo (MA) e Luciano Irrthum (MG).
Bola Fora, de Paulo Gerloff (SC), Pablo Mayer (SC) e Diogo Cezar Correia (PR).
Duas Luas, de André Diniz Fernandes (SP).
Estudante de Medicina, de Cynthia Bonacossa (RJ).
Marcus, o Menino Vermelho de Marte, de Nestablo Ramos (DF).
O Pássaro da Boa Hora, de Plínio Fuentes (RJ).
Salalé, de Heitor Yida de Araujo Lima (SP) e Mateus Acioli Siqueira Aguiar (SP).
Severino, de Eloar Guazzelli (SP).
ST Bastard, de Leonardo Martinelli (MG) e Raphael Salimena (MG).
2112, de Brão (SP) e Cabelo (SP) e Daniel Araújo (SP).
Imaginário Coletivo, de Wesley Rodrigues (RS).

5 de abr de 2011

Seleção final de Deus Ex Machina

Saiu a lista dos selecionados da antologia Deus Ex Machina:

Olá estronhos,

Chegamos ao final da seleção de Deus Ex Machina, Anjos e Demônios na Era do Vapor, com 42 contos inscritos, válidos e mais 3 fora do regulamento.

Para acompanhar nosso autor convidado Romeu Martins (Conquista dos Mares), temos os anjos e demônios a seguir: Alex Nery (Os relógios pensantes de Sua Majestade), Alliah (O Sheol de Abadoon), Carlos Alberto Machado (Nefelin), Daniel Itruvides Dutra (A máquina dos sonhos), Davi M. Gonzales (O Dia do Grande Uirá), Fergusson (A Obscura História da Sterling Railways), Georgette Silen (Avatar de Anjo), Leonilson Lopes (O Pai das Mentiras), Norberto Silva (Anhanguera), Paulo Fodra (A Seita do Ferrabraz), Rebeca Bacin (Cálico: entre o céu e o inferno) e Yuri Wittlich Cortez (Zeitgeist - Brigada Anti-Incêndio)

Muito obrigado a todos pela participação (selecionados ou não),
Atenciosamente,
Tatiana Ruiz, Cândido Ruiz e M. D. Amado